Paulo Henrique (PH) – montanhista desde 1982 e escalador desde 1986. Guia e Instrutor certificado pela Associação de Guias, Instrutores e Profissionais de Escalada do Estado do Rio de Janeiro – Aguiperj

Informações sobre onde praticar e sobre cursos de escalada entre em contato no e-mail - phmontanha@hotmail.com

Últimas

Conquista da Serra do Camelo – Vila Baraúna – Caracaraí – RR

Cume da Serra do Camelo

Cume da Serra do Camelo

E estávamos no cume de uma montanha em Roraima que nunca tinha sido frequentada por um ser humano…09/12/2016!!!
Embora a conquista não tenha apresentado grandes dificuldades técnicas, chegar no alto dessa serra me custou três idas à Vila Baraúna em Caracaraí – RR distante cerca de 560km de Manaus.
Em 2014 eu já tinha realizado uma viagem exploratória à região para ver o potencial das escaladas. Em Abril desse ano (2016) eu havia tentado com outro grupo de escaladores acessar a base do Camelo, mas não foi possível…naquela época conseguimos abrir a primeira via tradicional nas serras que circundam a Vila Baraúna (via Feldspato Assassino 3 V E2 140m)…agora a via Canaleta de Fogo (4 VI E2/E3 250m) foi a segunda da região e a primeira do Camelo!
Eu, Italo, Leandro e Fred fizemos um reconhecimento no dia 08 de dezembro para possibilitar um acesso objetivo à montanha. Através de dicas preciosas do Seu Adão conseguimos de “primeira” fazer um acesso direto a partir da Vicinal 27.
O Seu Adão é o principal ponto de apoio para quem vai escalar naquela região, pois além de conhecer bem as serras, ele possui uma área em que é possível acampar. Ele também tem uma mercearia e a sua esposa prepara um jantar e café da manhã nota 10! Luxo total!!

Camelo visto da Vicinal 27

Camelo visto da Vicinal 27

A seguir segue um texto feito pelo Italo sobre como chegar e dicas sobre a trilha de acesso:

A Serra do Camelo fica localizada na comunidade de Vila Maraúna, Município de Caracaraí, estado de Roraima. A vila (dista cerca de 560 km de Manaus e 179 km de Boa Vista) possui pouca infra estrutura, com alguns comércios (onde se pode comprar alimentos a preços honestos) e existe apenas um telefone publico (não funciona celular na localidade). A BR 432 que corta a vila não possui asfalto, porém se encontra em boas condições, podendo trafegar tranquilamente a 90 km/h.

Para chegar à Vila Baraúna:

Melhor com veículo próprio (é possível ir de ônibus, pois existe linha que passa na Vila a partir de Rorainópolis e de Boa Vista)

Partindo de manaus

Tomar a rodovia BR 174, seguir ate o Km 500 (onde há a famosa rotatoria do 500) e seguir reto tomando a saída que segue para a BR 432 (a estrada de barro), seguir por mais 50 km nessa estrada e você chegará Vila Baraúna. Da Vila já se avista a Serra do Camelo bem próxima.

Obs. No km 500 se seguir para a direita, vc irá seguir para os municipios de São João da Baliza, Sao Luiz do Anauá e Caroebe onde pode ser encontrada uma boa quantidade de rocha e também alguns morros. Nesses municípios já foram abertas vias de escalada, bem como aberto diversos lances de boulders. Se seguir à esquerda irá continuar pela BR 174 até chegar em Boa Vista. Mucajaí fica um pouco antes de Boa Vista e ao lado da BR 174. Nessa cidade há vias de escalada que já foram conquistadas também.

Partindo de Boa Vista (trajeto nao feito pelos escaladores)

Tomar a BR 432(estrada de barro) e seguir por cerca de 179 km até chegar a Vila Baraúna.

Acomodações.

Como não há hotel na vila, encontramos um ponto de apoio na casa do seu Adão (que funciona como mercearia também). La pudemos armar nossas barracas e negociar as refeições feitas pela esposa deste (comida excelente por sinal) e tomar algumas cervejas. Tudo por um preço muito honesto. A casa do seu Adão se localiza na vicinal 27 a 08 km da Vila Baraúna.(A Vicinal 27 também é a vicinal de acesso a trilha da base da Face Leste da Serra do Camelo). É muito recomendável se acomodar ali, pois seu Adão e sua família são pessoas muito boas e profundos conhecedores da região.

 Adão, Arthur (seu filho) e os conquistadores

Adão, Arthur (seu filho) e os conquistadores

A trilha.
Partindo da casa do seu Adão, deve-se andar 4 km sentido a Serra do Camelo, passando por 3 pontes. Primeiramente você irá ver a serra em sua face oeste, visualizando a aresta lateralmente. Assim que for percorrendo a estrada e ver a aresta de frente, você começará a ver também o outro lado da serra – Face Leste. Comece a olhar atentamente e verá uma casa de madeira, recém construída, com um cajueiro na frente. A trilha inicia por trás dessa casa. A principio encontrará muita vegetação na linha da cintura por cerca de 50 m ate entrar na zona de árvores. A partir daí a trilha segue por uma picada (marcada com fitas) para esquerda ate passar por um leito de igarapé seco. Atravesse-o e andando por cerca de 150 m em algo parecido com um bosque( avistando a parede) encontrará um tronco caído. Desse ponto você estará vendo quase o tempo todo a Face Leste do Camelo – Siga pendendo um pouco para a esquerda por cerca de 100 metros ate encontrar uma zona ALAGADA (charco). Siga por uns 80 m ate encontrar uma área de capim navalha, caminhe pelo capim navalha por cerca de 50 m e a partir daí o ambiente volta a melhorar. Após 150 metros vera outro tronco caído(este muito maior) siga pela esquerda deste ate encontrar um igarapé com água. Atravesse-o e ande mais 50 metros e encontrará outro igarapé. A partir daí já é possível ver grandes blocos caídos!! Andando pelos blocos, à esquerda, consegue-se ver a rampa de acesso a parede da escalada. É uma escalaminhada de cerca de 150m até a base da via!
A trilha, se aberta, leva cerca de 45 min para ser feita, sendo recomendado levar um facão para abrir trechos que porventura estejam com muita vegetação.

início da escalaminhada até a base da via

início da escalaminhada até a base da via

Coordenadas de interesse

Casa do seu Adão
N 01.69091°
W 060.36802°

Entrada da trilha
N 01.70430°
W 060.33306°

Parede da via
N 01.70887°
W 060.34061°

Sobre a conquista da via eu considerei uma escalada rápida, pois conseguimos proteger em móvel em boa parte.
A base pode ser considerada nota 10! Tem espaço, é plana e dá uma visão boa do início da escalada.
A via começa com lances de agarras e uns 6 m acima vem a primeira proteção em móvel em uma fenda horizontal. Depois segue-se uma diagonal para a direita até encontrar o diedro.
O filé da via sem dúvida é o primeiro esticão, pois esse diedrinho tem uns 15m e possibilita proteger bem com peças pequenas equivalentes ao Cam do .1 ao .5.
Após o diedro segue-se à esquerda em direção aos lances crux da via. Uma canaleta lisa, mas que possui uma fenda larga – Off Width de primeira. Os lances guiando devem ser um VI grau. No primeiro Off Width dá para proteger em uma àrvore que está na fenda. O segundo lance eu protegi com o Cam.75, mas dá para colocar do .5 ao 1. Essa proteção ocorre em um pequeno bloco de pedra que se destaca na fenda antes de chegar na primeira parada que é em uma árvore em um pequeno plato (P1)

Diedro

Diedro

img_1944

De P1 a via segue pela canaleta para cima e há mais um lance de Off Width protegido por Cam 1 (dá para proteger com peças maiores também tipo Cam 3.
Após esse terceiro lance de Off a via diminui a inclinação, passa pela parada dupla de rapel (que é feito por fora da canaleta) e por um pequeno trecho de escalaminhada até um pequeno plato à direita de uma árvore seca. Nesse local é P2.

Leandro no terceiro-off-width

Leandro no terceiro-off-width

O terceiro esticão é em parede positiva e com pequenas agarras – há a opção na metade desse esticão em progredir no estilo chaminé. São cerca de 50m com graduação de II e um lance de III mais no final até chegar no grande plato com vegetação (P3).

De P3 para P4 basta caminhar contornando pela direita uma área com bastante vegetação até chegar no início de uma chaminé que é onde continua a via. Na saída da chaminé e à esquerda vc encontrará a segunda proteção fixa da via que protege uma pequena barriguinha antes de acessar a parada dupla do primeiro rapel, a rampa e a aresta do Camelo.

Início da chaminé

Início da chaminé

Italo na parada dupla do primeiro rapel e última proteção fixa da via

Italo na parada dupla do primeiro rapel e última proteção fixa da via

A parti da parada dupla do primeiro rapel, que é a última proteção fixa da via, serão cerca de 100m de escalaminhada até o cume indo na direção da aresta do Camelo. Há um trecho final com uma fendinha e que deve ser um II, mas bem tranquilo!

Escalaminhada ao cume

Escalaminhada ao cume

escalaminhada-aresta

escalaminhada-aresta

Aresta final antes do cume

Aresta final antes do cume

A visão de cima do cume é bem ampla e de lá dá para perceber que há muitas serras nas redondezas!

Fred assinando o livro de cume

Fred assinando o livro de cume

cume do Camelo com visão da Vicinal 27

cume do Camelo com visão da Vicinal 27

Para a descida deve-se desescalar a escalaminhada até a parada dupla do primeiro rapel. Embora seja uma descida fácil requer cuidados pois há muita pedra solta. O primeiro e o terceiro rapeis são por fora da via.
No primeiro rapel você acessará P3, mas o último escalador a descer pode realizar uma parada intermediária em uma árvore que se localiza cerca de 10m antes de P3. Isso facilitará a puxada das cordas.
O segundo rapel é em árvore no plato da P3.
A escalada só é possível com duas cordas de 50m, pois só há 4 proteções fixas na via toda, sendo que duas destas são paradas duplas para rapel.

O croqui da via pode ser acessado abaixo!!!

croqui

Segue-se um vídeo feito pelo Fred e que está no youtube:

O livro de cume está esperando repetições!!!

Livro do cume

Livro do cume

Espirito Santo das muitas montanhas!!!

Espirito Santo, com certeza, um dos Estados com maior quantidade de montanhas do Brasil!
De Norte a Sul você encontrará opções para boas caminhadas e escaladas de diferentes níveis.
Recentemente fiz uma viagem passando por Cachoeiro do Itapemirim, Vargem Alta,Rio Novo do Sul, Itapemirim, Domingos Martins (Pedra Azul), Afonso Cláudio, Laranja da Terra, Itaguaçu, Pancas e Aguia Branca. Em cada uma dessas cidades há diversas possibilidaes de escalada em rocha e camnhadas.

O Complexo do Itabira localiza-se em Cachoeiro do Itapemirim. Na internet há muitas dicas sobre a área e sobre o acesso que é muito fácil. Na cidade há boas opções de hospedagem, mas há um camping chamado Camping Sitio Itabira.

Croqui feito pelo Oswaldo Baldin - Complexo do Itabira

Croqui feito pelo Oswaldo Baldin – Complexo do Itabira

Eu chegando na base das escaladas no Complexo do Itabira

Eu chegando na base das escaladas no Complexo do Itabira

Pico do Itabira

Pico do Itabira

Pico do Itabira - muita história envolvida com as conquistas desse cume.

Pico do Itabira – muita história envolvida com as conquistas desse cume.

O acesso para o Frade e a Freira se dá praticamente ao lado da entrada para Cachoeiro do Itapemirim quando se está na BR 101

O acesso para o Frade e a Freira se dá praticamente ao lado da entrada para Cachoeiro do Itapemirim quando se está na BR 101

Frade visto do inicio da trilha. O acesso para chegar na montanha é bem fácil.

Frade visto do inicio da trilha. O acesso para chegar na montanha é bem fácil.

Cume do Frade

Cume do Frade

Complexo do Itabira visto do Frade

Complexo do Itabira visto do Frade

A via de acesso ao cume é bem fácil, mas é importante a utilização de equipamentos

A via de acesso ao cume é bem fácil, mas é importante a utilização de equipamentos

Pedra Azul em Domingos Martins

Pedra Azul em Domingos Martins

Chegando póximo a Pousada Cantinho do 3 Pontões em Afonso Cláudio

Chegando póximo a Pousada Cantinho dos 3 Pontões em Afonso Cláudio

Na trilha dos 3 Pontoes em Afonso Claudio

Na trilha dos 3 Pontoes em Afonso Claudio

Itamar e Margareth da Pousada Cantinho dos 3 Pontões. Eles tem whattsapp (27) 999140290

Itamar e Margareth da Pousada Cantinho dos 3 Pontões. Eles tem whattsapp (27) 999140290

Parando para curtir o visual durante a escalada do 3 Pontões em Afonso Cláudio

Parando para curtir o visual durante a escalada do 3 Pontões em Afonso Cláudio

No caminho para os 5 Pontões de Laranja da Terra. O Camping Recanto de Pedra é a base de apoio

5 Pontões de Laranja da Terra. O Camping Recanto da Pedra é a base de apoio

Antonio e Luzia - proprietários do Recanto da Pedra. O whatts deles é (27) 999877648

Antonio e Luzia – proprietários do Recanto da Pedra. O whatts deles é (27) 999877648

Vista dos 5 Pontões da área do camping

Vista dos 5 Pontões da área do camping

Na trilha para o Pontão Maior

Na trilha para o Pontão Maior

Cume do Pontão Maior

Cume do Pontão Maior

5 Pontões

5 Pontões

Chegando em Pancas

Chegando em Pancas

Área do Camping Cantinho do Céu em Pancas

Área do Camping Cantinho do Céu em Pancas

Fábio (proprietário do Cantinho do Céu), sua mãe e eu

Fábio (proprietário do Cantinho do Céu), sua mãe (Dona Joana) e eu. O tel do camping é (27) 996209357 e (27) 995227924

Dando uma escalada na Pedra do Camelo em Pancas - ES

Dando uma escalada na Pedra do Camelo em Pancas – ES

Após a escalada na Pedra do Camelo... curtindo o visual com a Pedra do Fio ao fundo

Após a escalada na Pedra do Camelo… curtindo o visual com a Pedra do Fio ao fundo

Visual das montanhas ao redor da cidade de Pancas

Visual das montanhas ao redor da cidade de Pancas

Chegando na cidade de Águia Branca - ES

Chegando na cidade de Águia Branca – ES

Via Café com Boi em Águia Branca

Via Café com Boi em Águia Branca

Wagner, filho do dono da propriedade que fica em frente aos 3 Pontões de Águia Branca

Wagner, filho do dono da propriedade que fica em frente aos 3 Pontões de Águia Branca

Apreciando o visual do vale durante uma escalada na área dos 3 Pontões de Águia Branca

Apreciando o visual do vale durante uma escalada na área dos 3 Pontões de Águia Branca

No costão dos 3 Pontões de Águia Branca

No costão dos 3 Pontões de Águia Branca

3 Pontões - Águia Branca

3 Pontões – Águia Branca

Espírito Santo - um paraíso da escalada em rocha!!!

Espírito Santo – um paraíso da escalada em rocha!!!

Em Águia Branca não há camping, mas existe um hotel chamado Universal bem no centro da cidade com preço bem acessível.
Para maiores informações sobre as escaladas no ES, consulte os sites do Oswaldo Baldin http://www.oswaldobaldin.com.br/ e
do Naoki Arima http://naokiarima.com/blogwp/croquiteca/es/

Km 113 da Rodovia BR 174 – Presidente Figueiredo – AM

Pessoal

Recentemente eu coloquei as proteções fixas nas vias que haviam sido escaladas em 2012 por mim e pelo Tropico no Balneário Santa Lúcia (KM 113). Em 2013 nós tentamos colocar as proteções, mas observamos que havia a necessidade de uma preparação química para a fixação das proteções.
O trabalho nas primeiras vias vias foi terminado há poucos dias. O local conta até agora com 6 vias e um projeto em andamento.
A área é bastante aprazível, pois conta com banheiros, área de camping, um igarapé com águas frias, venda de bebidas e tudo isso a cerca de 20m da rocha.
Abaixo seguem algumas fotos:

 Passando o crux da via Galo da Serra

Passando o crux da via Galo da Serra

Fred costurando - via Arenitão

Fred costurando – via Arenitão

via Arenitão

via Arenitão, a via Aprendendo a Voar segue para a esquerda e por cima do teto a partir da primeira costura da via Arenitão

DSCF5491

DSCF5492

Catálogo de Vias – Serra Geral – Santa Catarina

IMG_1471

IMG_1472

catalogo 311

Conquistas de vias em Caracaraí – Roraima

Nos dias 25, 26 e 27 de março fui com colegas de escalada de Manaus – AM ao Centro Sul de Roraima para tentar iniciar mais uma via de escalada naquela área. Eu já havia passado outras vezes na Vila Baraúna em Caracaraí, inclusive pesquisando as montanhas e morros da região que possuem potencial para novas vias.

Assim, no dia 25 de março quando chegamos na Vicinal 27 na Vila Baraúna nós decidimos tentar explorar um caminho para acessar a Serra do Camelo, onde existe uma montanha com paredes muito bonitas e que está na “agenda” para futuras vias. O caminho não foi fácil, pois pegamos muitas subidas e descidas. No entanto, obtivemos uma boa noção de qual é o melhor caminho para acesso a montanha.

No retorno da caminhada conhecemos o Sr. Adão que possui um comércio próximo do acesso à Serra do Camelo. O local é um bom ponto de apoio, pois tem espaço para acampamento, comida, banho e até combustível. O Sr. Adão também é um bom conhecedor da região e nos deu boas dicas sobre as caminhadas para o Camelo.

No dia 27 saímos cedo na direção da Vicinal 29 que possui montanhas e morros com bom potencial. Após dar uma observada em toda a extensão da estrada nós decidimos verificar um morro que fica próximo da Vicinal. Após uma caminhada de cerca de 15 minutos chegamos a base da parede e não perdemos tempo. Com a furadeira, chapeletas e kit conquista prontos tocamos para cima. A via em geral é fácil, sendo que somente o primeiro esticão exige um pouquinho de atenção. Há umas duas passadas de quinto grau com a proteção um pouco distante. O resto da via é passeio até o cume.

No dia 28 aproveitamos para passar na área de escalada de Rorainópolis – RR e repetir as vias e boulders que já abrimos naquela área.

Serra do Camelo - Caracarai - Roraima Serra do Camelo – Caracarai – Roraima[/caption]

Eu em P2, mais abaixo André e Italo fechando o primeiro esticão

Eu em P2, mais abaixo André e Italo fechando o primeiro esticão

Próximo do cume - Caracarai - RR

Próximo do cume – Caracarai – RR

Foto do cume - da esquerda para a direita - André, Lila, Italo e PH

Foto do cume – da esquerda para a direita – André, Lila, Italo e PH

Via Chuva de Feldspato

Via Chuva de Feldspato

Utah – Indian Creek e Moab

Dirigindo entre o Grand Canyon e Moab

Dirigindo entre o Grand Canyon e Moab

Aí tem vias tradicionais...

Aí tem vias tradicionais…

Monument Valey

Monument Valey

Monument Valey

Monument Valey

Nos cenários dos filmes de bang bang - Monument Valey National Park

Nos cenários dos filmes de bang bang – Monument Valey National Park

Montanhas Rochosas

Montanhas Rochosas

Indian Creek

Indian Creek

Indian Creek - só móvel...

Indian Creek – só móvel…

Fendas nota 10!

Fendas nota 10!

Eu e Paulinha na base das vias

Eu e Paulinha na base das vias

Potash Road - Moab - Um paraíso!!!

Potash Road – Moab – Um paraíso!!!

Muita parede com acesso facílimo!!!

Muita parede com acesso facílimo!!!

Vias com fendas de tudo que é jeito...

Vias com fendas de tudo que é jeito…

Um rack completo até o Camalot 3 possibilita escalar um sem número de vias...

Um rack completo até o Camalot 3 possibilita escalar um sem número de vias…

Via Flakes of Wrath - Potash Road - Moab - Utah

Via Flakes of Wrath – Potash Road – Moab – Utah

Chegando no Crux

Chegando no Crux

Via Mini Me 5.9+

Via Mini Me 5.9+

Via aberta pelo Rob Williams

Via aberta pelo Rob Williams

Cada Parede...

Cada Parede…

Arches National Park - Moab - Utah

Arches National Park – Moab – Utah

Arches National Park - Moab - Utah

Arches National Park – Moab – Utah

Arches National Park - Moab - Utah

Arches National Park – Moab – Utah

Arches National Park - Moab - Utah

Arches National Park – Moab – Utah

Arches National Park - Moab - Utah

Arches National Park – Moab – Utah

por onde começar...

por onde começar…

Grand Canyon National Park – EUA

Escaladas no Grand Canyon

Escaladas no Grand Canyon

Rocha de qualidade!

Rocha de qualidade!

muito visual!

muito visual!

tocando pra cima!!

tocando pra cima!!

Paulinha bem agasalhada para enfrentar o frio!!!

Paulinha bem agasalhada para enfrentar o frio!!!

Vias com uma vista espetacular do Grand Canyon

Vias com uma vista espetacular do Grand Canyon

Equipado...

Equipado…

tinha que rolar um boulder também

tinha que rolar um boulder também

Boulder com visual

Boulder com visual

Trilha nota 1000

Trilha nota 1000

Sensacional

Sensacional

Lugar especial

Lugar especial

Hermit trail

Hermit trail

No alto das vias de escalada

No alto das vias de escalada

Muita parede...

Muita parede…

Dá para escalar muito...

Dá para escalar muito…

Visual 10

Visual 10

Joshua Tree National Park – EUA

Saddle Rock area - Joshua Tree

Saddle Rock area – Joshua Tree

Ótimas vias em móvel

Ótimas vias em móvel

!!! show !!!

!!! show !!!

só móvel

só móvel

tocando pra cima - Joshua Tree

tocando pra cima – Joshua Tree

Parada em bico de pedra...via tradicional é aventura!!!

Parada em bico de pedra…via tradicional é aventura!!!

Parada em móvel....Joshua Tree

Parada em móvel….Joshua Tree

cume!!!

cume!!!

Visão do Cume!

Visão do Cume!

Tick Rock – Los Angeles

Tick Rock - vias esportivas

Tick Rock – vias esportivas

Galera da escalada

Galera da escalada

Paulinha na seg...

Paulinha na seg…

Yosemite National Park – EUA

Chegando no parque

Chegando no parque

Yosemite - Five Open Books - P3

Yosemite – Five Open Books – P3

Paulinha vindo em um diedro muito bonito!

Paulinha vindo em um diedro muito bonito!

Vista do vale a partir da via de escalada

Vista do vale a partir da via de escalada

Eu quase finalizando a via!

Eu quase finalizando a via!

Paulinha - Five Open Books

Paulinha – Five Open Books

boulders no Camp 4

boulders no Camp 4

Midnight Lightning - um boulder lendário no Yosemite

Midnight Lightning – um boulder lendário no Yosemite

Swan Slab - Yosemite

Swan Slab – Yosemite

Escalada em móvel - fendas 10! Yosemite National Park - EUA

Escalada em móvel – fendas 10! Yosemite National Park – EUA

Urso escala!!!

Urso escala!!!

Eu na base do El Captain

Eu na base do El Captain

Trilha para a Vernal Fall

Trilha para a Vernal Fall

%d blogueiros gostam disto: